Olá, mundo!

 

Sinceramente, poucas vezes vi tamanha dissonância cognitiva quanto esse papo de que “o Brasil vai virar uma Venezuela”.

O PT governou o país de 2002 a 2016. Nomeou 20 mil pessoas para cargos em comissão, nomeou dezenas de generais de 4 estrelas, a maior parte dos ministros do STF, chegou a ter a maior bancada na Câmara e em alguns momentos o os seus governos chegaram a ter aprovação de mais de 60% do eleitorado e nem por isso o partido conseguiu fazer qualquer alteração significativa no regime ou sistema de governo e muito menos no modelo econômico ou no modo de produção. Basicamente, toda ordem econômica, tributária e social é a mesma desde 1988, que por sua vez repete basicamente a estrutura estabelecida entre 1930 e 1967. Ao contrário, a última presidente foi afastada com relativa facilidade em um processo altamente questionável e por motivos igualmente questionáveis, abstraindo-se a sua notória incompetência.

Agora, ouve-se um monte de gente manifestando votos com a intenção de evitar que “isso aqui vire uma Venezuela”. Ora, eu acho que todo mundo tem todo direito de optar por esse ou aquele candidato, mas deveria fazê-lo por razões fundadas num mínimo de racionalidade.

Eu já fui algumas vezes à Venezuela e não há como comparar os dois países. A economia Venezuela é inteiramente dependente da produção de petróleo, que por sua vez, sempre foi, há décadas, controlada pela estatal PDVSA. Para simplificar, quem controlar o Estado, controla a PDVSA e por tabela, controla o país. Aqui, a Petrobras reveza-se na condição de maior empresa do país com outras, e a produção de petróleo, embora importante, não é a base da nossa economia, que é infinitamente mais diversificada do que a venezuelana. Já o chavismo é um movimento que nasceu no exército venezuelano, o Chavez era um coronel que pode ser equiparado a grosso modo, mais ou menos ao Luiz Carlos Prestes e aos tenentistas de 1922. Como se sabe, no Brasil, a oficialidade é conservadora e, desde a campanha da FEB, na 2ª Guerra, e os estágios na norte-americana School of the Americas, no Panamá, marcadamente pró-EUA. O risco do PT controlar o Exército Brasileiro é baixíssimo, senão desprezível.

Portanto, votar contra o PT por ser a favor do liberalismo econômico- Ok!, votar contra o PT por ser contra esquemas de corrupção do tipo Mensalão ou Petrolão – Ok!, Votar contra o PT por ser conservador e ser contra algumas pautas ditas “progressistas” no campo educacional, de costumes, de combate à criminalidade -Ok!, mas esse papo de que “vamos virar uma Venezuela” é puro terrorismo

Publicado por Eduardo André

Carioca, filho e neto de gaúchos e amante da História.

Um comentário em “Olá, mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: